Rolls-Royce revela Cullinan, SUV que chega ao Brasil ainda este ano

0
2
Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)

Depois de muita espera, finalmente a Rolls-Royce revelou seu primeiro SUV, batizado de Cullinan. O modelo, que promete unir luxo, bom desempenho e capacidade offroad, será vendido no Brasil ainda este ano. Os preços ainda não foram confirmados, mas ficarão na casa dos milhões de Reais.

Atualmente, os modelos da Rolls-Royce são vendidos no Brasil por valores entre R$ 2,9 milhões e R$ 3,4 milhões. Como o Cullinan é um modelo intermediário na gama da empresa, é esperado que ele chegue por aqui custando pouco mais de R$ 3 milhões. O carro só desembarcará por aqui no último trimestre do ano, mas as reservas já podem ser feitas na concessionária da marca no país.

Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)

O Cullinan é equipado com motor 6.2 V12 de 563 cv e 86,7 kgfm e tem tração integral. Segundo a Rolls-Royce, o nome Cullinan foi escolhido porque este é o nome dado ao maior diamante já encontrado no mundo. A montadora não divulgou até o momento a capacidade de aceleração a 100 km/h do carro, mas adiantou que ele tem velocidade máxima limitada em 250 km/h. Movido sempre com gasolina, o carro promete médias de 15 km/l no circuito combinado (cidade e estrada). Grandalhão, ele tem 5,34 m de comprimento, 2,16 m de largura, 1,83 m de altura e 3,29 m de entre-eixos.

A segunda fileira de bancos pode ser configurada para três ou apenas dois passageiros. Além dos bancos individuais, o Cullinan com apenas dois assentos conta com uma geladeira e espaço para garrafas e taças. Caso a opção seja pelo assento convencional, para três pessoas, o encosto pode ser rebatido para ampliar o espaço de carga. Este é o primeiro Rolls-Royce a contar com essa função. Para que os passageiros não tenham que fazer esforço, o rebatimento é elétrico.

Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)

O porta-malas tem 560 litros, mas o espaço pode ser ampliado para 1.930 litros quando os bancos são rebatidos. Mesmo quando estão rebatidos, os bancos não ficam planos em relação ao piso do porta-malas. Segundo a Rolls-Royce isso foi desenvolvido de propósito, para que os objetos colocados no porta-malas não deslizem para dentro da cabine quando o carro está em movimento. Mas, o piso do porta-malas pode ser elevado para que fique no mesmo nível dos encostos rebatidos, caso o motorista prefira o piso plano.

Além disso, há um vidro que pode separar a área de passageiros do espaço de cargas. Assim, não só as malas ficam isoladas dos passageiros, mas também o sistema de ar-condicionado é capaz de manter a cabine na temperatura escolhida pelos ocupantes.

Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)

O compartimento tem duas tampas, que se abrem uma para cima e outra para baixo. O objetivo é facilitar a colocação de bagagens e objetos mais pesados no compartimento. Além disso, a empresa venderá como opcional um kit de “cadeiras de observação”. Elas podem ser montadas na tampa inferior do porta-malas.

Há, ainda, outros mimos para os passageiros do SUV de luxo. Assim que o motorista se aproxima do carro com a chave presencial no bolso, as portas se abrem e o carro fica 4 cm mais baixo para facilitar a entrada. Além disso, o piso é completamente plano e as portas traseiras são do tipo suicidas, que se abrem ao contrário, para ampliar a área de acesso à cabine. Além disso, o volante é aquecido e os bancos têm sistema de ventilação e aquecimento.

Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)

Por incrível que pareça, só agora a Rolls-Royce equipou um de seus modelos com uma tela multimídia sensível ao toque. A do Cullinan reúne funções como GPS, configurações do carro e visão das quatro câmeras de estacionamento posicionadas ao redor do SUV. O carro ainda conta com sistema de visão noturna, detecção de pedestres e animais, controle de velocidade adaptativo, alerta de mudança involuntária de faixa, de colisão e de tráfego cruzado. Há, ainda, head-up display de alta resolução e sinal de internet para os passageiros.

Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)
Rolls-Royce Cullinan (Foto: Divulgação)